terça-feira, 13 de outubro de 2015

1 em cada 5 jovens acorda à noite para consultar as redes sociais



Um estudo britânico revela que um em cada cinco jovens entre os 12 e os 15 anos acorda durante a noite para consultarem as suas contas nas redes sociais. Os especialistas estão preocupados com o efeito que este comportamento pode ter na sua saúde e aprendizagem
Os investigadores do Wales Institute of Social and Economic Research ouviram 412 alunos do 8.º ano, com 12 e 13 anos, e 436 do 10.º ano com 14 e 15 de uma escola secundária do País de Gales.

Questionados sobre quantas vezes acordavam durante a noite para escreveram comentários ou verem as redes sociais, como o Facebook ou o Twitter, cerca de 22% dos alunos do 8.º ano e 23% do 10.º ano responderam "quase sempre".

No primeiro grupo, 14% disse que o fazia pelo menos uma vez por semana e no segundo a percentagem foi de 15%. A pesquisa revela ainda que 32% dos alunos mais novos e 39% dos mais velhos, que acordam durante a noite com mais frequência, vão cansados para a escola "quase sempre".

Por outro lado, os investigadores chegaram à conclusão que uma parte significativa destes jovens se deita muito tarde. Pela meia-noite ou até depois dessa hora durante a semana.Kimberly Horton, um dos responsáveis pelo estudo, citado pelo jornal britânico "The Telegraph", sublinhou a importância de se desencorajar os jovens e evitar que estes consultem as redes sociais durante a noite.

"Aumentar o tempo de sono não compensa o dano que a interrupção noturna pode causar", disse, alertando para o efeito que este comportamento pode causar no desenvolvimento dos jovens.
Artigo publicado no Jornal de Noticias 16-09-2015